Croácia oferece turismo medieval, encantador e jovem. E se tornou principal destino para fãs de Game of Thrones

O verão no Hemisfério Norte está chegando, em junho, para ser mais exato, e o litoral do Mediterrâneo se transforma em um dos points mais queridinhos por turistas do mundo todo, especialmente a costa da Croácia, que é rica em diversidade, lugares históricos, cenários paradisíacos e muita, mas muita badalação. O destino atrai cada vez mais brasileiros, pois, apesar de não poder ser considerado barato, tem preços mais convidativos se comparados a outros locais da Europa e está sendo reconhecida como a “Nova Itália”. Isto porque, além de toda a beleza natural, as principais cidades souberam como se adaptar para receberem os estrangeiros e transformaram seus principais atrativos em cartões postais desejados por viajantes do mundo inteiro. E já se prepare para arrumar as malas, depois do nosso post você vai morrer de vontade de pegar o primeiro voo para Croácia! Em especial os fãs da série Game of Thrones. Saiba por quê.

Dubrovnik

Cidade que faz parte da história da independência da Croácia é um verdadeiro tesouro a ser encontrado e explorado por você no mar Adriático. De tão espetacular, não sabemos nem por onde começar a falar sobre Dubrovnik, mas vamos assumir que você vai se deslumbrar assim que sair do aeroporto. O deslocamento até o município é composto por grandes paredões à beira-mar que recepcionam de maneira imponente os turistas. A arquitetura medieval, renascentista e barroca é cenário para cafés, restaurantes, museus, prédios e muralhas que fazem deste local um destino único. Se você acompanha a série Game of Thrones, tudo vai parecer muito familiar, já que a cidade foi cenário para gravação do seriado. Inclusive, há programação especial com visitação às locações para os fãs dos Starks e cia.

Dubrovnik
A parte velha do logradouro é cortada pela Rua Stradun, ou Placa, como é popularmente conhecida, o antigo pântano que dividia as duas seções da cidade foi pavimentado transformando-se na sua mais importante via. Inclusive, uma dica é ficar hospedado próximo da Stradun. É passeando por ela que você vai descobrir algumas das principais atrações históricas. A começar pelos paredões que cercam a parte antiga e fortificações ao pé do monte de São Sérgio, que emerge das águas do Mediterrâneo. O teleférico é outro destaque, onde você pode ter o vislumbre de toda a beleza local.  A Coluna de Orlando e o Sino da Torre são monumentos que vão proporcionar uma longa sessão de fotos. Não esquecemos que comentamos que a Croácia é um lugar jovem. É na parte velha de Dubrovnik que você vai encontrar a vida noturna mais agitada. As ruas estreitas conduzem a endereços com muita diversão, cerveja, música e badalação. E para quem procura estender a saideira, a pedida fica próxima das entradas dos grandes muros da cidade velha, onde se concentram casas noturnas e boates, já que os bares encerram as atividades mais cedo, por volta da 1h.

Dubrovnik

Split

Um pouco de história para começar a falar de Split. Em 305 d.C, o homem mais poderoso do mundo, o Imperador Diocleciano, foi confrontado com a decisão sobre onde passar o resto dos seus dias. De todo o mundo conhecido, ele escolheu construir sua casa no coração da região da Dalmácia, definindo as primeiras pedras no lugar para a futura cidade de Split. Ao conhecer um pouquinho desta história, já dá para ter noção do tom das coisas que você vai encontrar pela maior e mais importante cidade da Dalmácia. Nossa dica: se possível, reserve pelo menos três dias do seu roteiro para conhecer tudo, e você já vai entender o porquê. O município possui toda infraestrutura para recepcionar seus visitantes, com bares, restaurantes, atrações e gente simpática. Entre os pontos turísticos, os destaques ficam para o Palácio de Diocleciano, que reúne boa parte dos principais monumentos e atrativos da cidade, e para o Santuário de Nossa Senhora de Sinj, que abriga a pintura coroada de ouro de Nossa Senhora Milagrosa de Sinj, que foi levado para lá em 1687 pelos franciscanos fugindo Rama dos turcos. E assim como Dubrovnik, as ruas também foram palco para as filmagens de Game of Thrones.

Split

 

Outro ponto interessante de Split, é a área ao seu entorno, que comporta as ilhas de Hvar e Trogir. E nós recomendamos muito que você as conheça. Com mais de 2.400 anos, a cidade de Hvar é um dos destinos turísticos mais populares da Croácia. A Stari Grad Plain, em Hvar, é Patrimônio Mundial da UNESCO e representa uma das mais bem conservadas áreas gregas do Mediterrâneo. Trogir possui o centro da cidade velha cercada por paredes e um castelo, torre e numerosos outros edifícios e palácios que datam dos períodos romanos, góticas e barrocos.

E aqui também cabe uma dica estratégica. Split resume bem todo o encanto da Croácia e fica muito próximo da Macedônia, Albânia e Montenegro, países incríveis que merecem um post especial sobre eles futuramente. Então, se o seu objetivo é conhecer o máximo de países que puder, vale a pena conhecer a Croácia por Split e seguir por estes outros destinos, como indica esse nosso roteiro. Consulte sempre seu agente de viagem para otimizar melhor ainda seu deslocamento.

 

 

Zadar

Com azul intenso do mar, verdes profundos exuberantes de pinhais e olivais e branco puro das pedras da Dalmácia, compõem a extraordinária paleta de cores da região de Zadar. Como se isso não fosse o suficiente para chamar sua atenção, você vai descobrir as origens da identidade cultural da Croácia, pois a cidade tem mais de 3.000 anos de história. Zadar é vibrante, jovem e dinâmica. Durante o verão, ocorre a programação do Zadar Classic Open Air, onde vários músicos tocam a céu aberto. A Igreja de St. Donatus é o mais famoso exemplo da arquitetura croata medieval. Devido à sua acústica excelente, também é um local popular para eventos de música. E ainda falando sobre música, não deixe de conhecer o Órgão do Mar, uma complexa estrutura de canos e tubulações que “tocam” o som vindo do oceano. Uma experiência incrível. A 15 quilômetros de Zadar, fica a cidade histórica de Nin, onde você vai encontrar a sua Catedral, considerada a menor do mundo. Uma igreja romântica, ímpar.

 

Zadar

 

Zagreb

Uma cidade antiga com uma alma jovem. É assim que a própria Croácia define a sua capital. Apesar quase mil anos de existência, ela é jovem e moderna. Coração político, comercial e cultural, o município é uma verdadeira festa para os sentidos, onde você poderá experimentar alguns dos restaurantes mais renomados do país e cafés no meio de fachadas clássicas, jardins exuberantes e edifícios neogóticos impressionantes. As construções refletem o antigo império austro-húngaro, mas que convivem em perfeita harmonia com os bares mais descolados.

 

Ainda não falamos sobre compras neste post, e para quem não deixa de lado o consumismo, o shopping Dolac Market é uma incrível área ao céu aberto, colorido, animado e repleto de lembranças para levar na mala, além de uma ótima oportunidade de conhecer costumes e cultura local. Em Zagreb você não vai encontrar praias, mas os parques botânicos de Zrinjevac, Maksimir e Ribnjak são verdadeiras declarações de amor à natureza. A capital é por vezes, deixada um pouco de lado pelos turistas, que ficam ávidos para conhecer outras regiões consideradas mais bonitas ou atrativas, mas Zagreb possui o perfil ideal para quem procura algo mais agitado e cosmopolita, portanto, se este for o seu caso, garantimos que não vai se arrepender em reservar mais alguns dias de estadia.

Zagreb

 

 

Istria

Envolvido pelas águas transparentes do Adriático, a península de Istria vai surpreender você com uma paisagem natural espetacular em constante transformação ao longo do ano, por este motivo, é chamada de “Nova Toscana”. Vilas costeiras, como Rovinj, com seus portos simples, barcos de pesca e ruas estreitas, refletem o espírito do Mediterrâneo. Começando por Labin, uma cidade tipicamente medieval, que fica situada no topo de uma colina e atrai seus visitantes com contos históricos de mineiros e as suas ruas medievais que são transformadas em um palco para vários artistas nos meses de verão. Ainda na temática do Rei Arthur, Hum é oficialmente declarada a menor cidade do mundo, e é passagem para outras regiões encantadoras.

Instria - Rovinj

Sobre os picos de montanhas subindo do vale fértil do rio Mirna, as cidades de Grožnjan e Motovun são famosas por sua arquitetura e inúmeras galerias de arte, além de uma variedade de eventos de música e cinema. Quem é fã de histórias ou RPGs com temática medieval, vai se sentir no paraíso. A Arena de Pula é o maior monumento que data do primeiro século d.C e foi originalmente concebido para combate de gladiadores. Hoje em dia é um palco para festivais musicais mundialmente famosos. O Brijuni National Park é composto por um arquipélago de 14 ilhas que podem ser alcançados por meio de um agradável passeio de barco a partir de Fažana. É uma prova de valor inestimável para o património cultural e histórico da Croácia e um verdadeiro tesouro de flora e fauna.

Instria - Motovun
Para vivenciar toda essa cultura, história, paisagens e momentos únicos, recomendamos que faça um roteiro de pelo menos sete dias.

Se precisa de ajudar para montar seu roteiro, deixe seu contato no formulário que te auxiliaremos a montar sua viagem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s