África do Sul, agora é a hora!

Agora ficou ainda mais fácil conhecer um dos destinos mais encantadores do planeta, e olha que não é exagero dizer isto. A África do Sul é conhecida pela sua biodiversidade e a imensa variedade de culturas, idiomas e etnias. A aventura contempla desde um safári repleto de adrenalina até os grandes centros da luxuosa Johannesburg. Ou seja, aquele destino que vai agradar (e por que não surpreender) todo mundo. A viagem pode ser considerada barata em relação a outros destinos internacionais, já que na cotação atual 1 real está valendo 0,23 rands (em 21/9/2016), e agora conta com mais uma vantagem. A companhia aérea brasileira Latam está com três voos semanais diretos para Johannesburg, tornando muito mais fácil planejar e buscar por tarifas econômicas. Deslumbre-se e aproveite das facilidades para fazer as malas agora mesmo.

Johannesburg

gold_reef_city_casino
Gold Reef City Casino – Johannesburg

A maior cidade da África do Sul não é exatamente a mais procurada como destino turístico, mas o aeroporto internacional de Johannesburg faz escala para outros pontos procurados por turistas. Mas isto não quer dizer que você não deva dar atenção a ela, muito pelo contrário, nos últimos anos a cidade tem recebido grandes investimentos para transformar a antiga capital em um ponto turístico, principalmente em cultura e história.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Gold Reef City Casino – Johannesburg

Sandton, Melville, Melrose e Rosebank são alguns dos nomes associados ao luxo, com mansões, restaurantes cinco estrelas, grandes hotéis e shoppings, com lojas de departamentos e de grife, livrarias e cafés. Próximo da área central fica o Museu do Apartheid, onde recursos recriam a época da segregação racial. Uma viagem por uma época marcada na história da humanidade. Não deixe de conferir também, o Planetário de Johannesburg e o Museu da Família Mandela. Para os apaixonados por gastronomia, a sugestão é o Melrose Arch, bairro que conta com uma grande variedade de restaurantes e bares.

O visitante deve estar atento às áreas consideradas de risco. A cidade sofre com problemas de segurança pública, mas nada que uma consulta no hotel não resolva. Se for usar táxi, sempre pergunte ao motorista sobre a situação da região que deseja ir. Não deixe de conhecer as localidades por receio, apenas tome os cuidados que você tomaria ao viajar para qualquer outro lugar do mundo.

Cidade do Cabo – Cape Town

cape-town-overview
Gold Reef City Casino – Johannesburg

Conhecida como uma das cidades mais bonitas do mundo, a Cidade do Cabo é a segunda maior da África do Sul e o principal destino turístico do país. É um paraíso repleto de opções de atividades para os visitantes. As principais atrações são a Table Mountain, o Cabo da Boa Esperança e a Robben Island, ilha que abriga uma antiga prisão, onde Nelson Mandela passou anos preso. Você poderá mergulhar com tubarões e fazer compras na Victoria & Alfred Waterfront, um dos principais destinos turísticos da cidade para comprar e degustar bons vinhos. A cidade ainda oferece muito mais.

cape-town
Pinguins de Boulders Beach – Cape Town

E precisamos falar das praias. As águas do litoral atlântico da Cidade do Cabo são geladas, mas vale a visita. As quatro praias de Clifton estão entre as mais populares da cidade, atraindo um público que curte se bronzear, jogar vôlei e se divertir com amigos. Rodeada de barzinhos e restaurantes, a badalada Camps Bay é a favorita para passar os finais de semana. Llandudno é o verdadeiro paraíso para surfistas e cercada por uma das áreas mais valorizadas da cidade.

muzeinberg-cape-town
Casas de banho de Muzeinberg

E ainda há uma opção para os naturalistas, a Sandy Bay é uma praia nudista encantadora. Já no Cabo Ocidental você encontrará as principais regiões produtoras de vinho do país. O litoral da região também é encantador, onde os oceanos Índico e Atlântico se encontram.

Kruger Park

bush-experience_650_445_90_s_c1_c_t_made

Talvez você esteja pensando: “Estou lendo um artigo sobre a África do Sul e até agora não vi nada sobre safáris”. Chegamos ao momento. O Kruger Park é mundialmente conhecido com aproximadamente dois milhões de hectares e possui 16 ecossistemas. O parque foi criado em 1898 como uma reserva de proteção à vida selvagem e é aberto para visitação do público desde 1927.

private-kruger-safaris-5

É aqui que você vai conhecer os chamados Big 5 — leão, elefante, búfalo, leopardo e rinoceronte — em um 4×4 ou em um safári a pé. Mas além dos cinco animais símbolos, a área norte do parque é um dos poucos locais onde quinas e baobás gigantes crescem lado a lado, margeando os rios Limpopo e Luvuvhu. Ao observar os troncos finos e verde-claros das quinas reluzindo entre os maciços troncos escuros dos baobás, é fácil imaginar estar em um livro dos irmãos Grimm, com fadas e duendes à espreita na floresta. O safári é geralmente realizado em veículos especialmente adaptados que andam por estradas de terra, e às vezes, fora delas, para melhor observação dos animais.

kruger-national-park-south-africa-lions-jpg-1340x0_default

Durante o percurso é muito comum a presença de diversos antílopes, javalis, gnus, zebras, hienas, girafas e pássaros de todas as cores e tamanhos, e claro, o já mencionado quinteto superstar Big 5. Especial o suficiente para encher o cartão da sua máquina fotográfica. Sem dúvidas um lugar mágico que vai ficar para sempre na memória dos visitantes.

Hospedagem

lion-sands-river-lodgechalkley_treehouse_ex
Lion Sands River Lodge – Kruger Park (Game Reserve)

O “Camp”, não é um camping, mas sim uma área cercada dentro do parque, que oferece vários tipos de acomodações, além de outros serviços. Dentro do parque há mais de vinte camps, além de lodges de luxo.

Tipos de hospedagem:
Bangalôs: Espaçoso quartos de alvenaria, alguns possuem banheiro e cozinha.
Camping ou Motorrail: Local para acampar ou para estacionar o Motorhome. Possui cozinha e banheiro público.
Safari Tents: quartos com paredes e teto de lona.
Lodges: (hotéis de selva) estão localizados dentro e fora do parque e são as opções mais caras dentro do Kruger Park, geralmente estão em áreas de visibilidade privilegiada.
Lodges de Luxo: Estes lodges ficam em reservas privadas e oferece serviço de primeira, como  spa, massagem e sauna. Mas tamanha mordomia tem seu preço e não é nada barato.
Guest Houses: pequena casa, ideal para quem vai com a família, pois possui sala e cozinha.

kapama-lodge-pool-area
Kapama River Lodge – Kruger Park (Game Reserve

Dicas importantes:

Clima: O clima da África do Sul é temperado e conhecido por seus longos dias de sol, por isso, é conhecida como a “África do Sul Ensolarada”. Na maioria das províncias, o verão é período de chuvas, exceto na região do Cabo Ocidental (onde há chuvas no inverno). O inverno é de maio até agosto, a primavera de setembro até outubro; verão de novembro até fevereiro e outono de março a abril.

Moeda: Rand. A conversão atual está R$ 1 = 0,23 ZAR (cotação de 21/9/2016)

Idioma: O país tem 11 idiomas oficiais, inclusive o inglês.

Fuso horário: São 5 horas a mais em relação ao horário de Brasília

Requisitos de entrada: Necessário passaporte com validade de até um mês da data de retorno ao Brasil com pelo menos uma página em branco frente e verso e apresentar o Certificado Internacional de Vacina contra a febre amarela, que deve ser tomada pelo menos 10 dias antes do embarque. Brasileiros não necessitam de visto para permanência de até 90 dias.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s